20 dicas para ensinar crian as e adolescentes a lidar com dinheiro

Como ensinar as crianças a manter uma relação saudável com o dinheiro?

Confira as principais dicas.

1 Dé mesada

A mesada serve para ensinar a criança a administrar o dinheiro. Isso evita que o jovem fique perdido quando tiver um salário pela primeira vez.

2 Ensine a criança a anotar seus gastos

Estimule a criança a anotar quanto gastou da mesada e se conseguiu economizar. é um aprendizado para o futuro

3 Incentive a ter objetivos

A criança deve ser estimulada a ter objetivos para o dinheiro. Por exemplo, comprar uma bicicleta ou um ingresso para um parque. Quando o dinheiro for suficiente, deixe que a criança pague.

4 Estimule a poupané a

é possé vel ajudar o filho com motivações do tipo: se você conseguir juntar R$ 100, eu te recompenso com mais R$ 50.

5 Ensine a importância do consumo consciente

Não adianta ter dinheiro para comprar se não existir o bem é disposi o. é preciso economizar os recursos naturais, como a é gua ou a energia, para o futuro.

6 Dé o exemplo

Não adianta falar para o filho não ser um gastador, se o pai ou a mé e se comportar como um consumidor compulsivo. Sé compre algo se for realmente necessério e não por impulso. Controle-se também.

7 Cuidado com o shopping

Não acostume seu filho a passear no shopping e sair de lé carregado de sacolas. Prefira lugares como parques, teatros, bibliotecas. Procure passeios gratuitos.

8 Ir ao supermercado pode ser uma boa aula

Ir ao supermercado com crianças normalmente não é recomendado. Mas, se o objetivo for uma aula de economia, pode ser uma boa ideia. Ensine a escolher os produtos em promo é o e os alimentos de é poca, que são mais baratos. Vé com uma lista e não saia dela.

9 Ensine a generosidade

Doe o que não for mais necessério. Antes de é pocas como Natal, aniversério ou Dia das Criané as, faé a uma triagem nos brinquedos e roupas e encaminhe para doação.

10 Ensine a cultura da prosperidade

Ensine o filho a não acumular coisas desnecessé rias, para abrir espaís o para o novo. Ter medo do futuro é manter um pensamento de escassez. O pensamento deve ser de confiané a e prosperidade

11 Dé tempo em vez de presentes

As crianças não devem ser estimuladas a trocar a companhia dos pais por presentes. Sempre que puder, passe tempo com seu filho e ensine seus valores

12 Respeite o valor das coisas

Dinheiro, comida, roupas, brinquedos, tudo deve ser respeitado. Não permita que seu filho seja displicente com as coisas que compra, como dar uma mordida em um chocolate e jogar fora, ou comprar um brinquedo e deixar encostado.

13 Não diga que quem economiza é pão -duro

Estimule o filho a guardar uma parte da mesada, para que, no futuro, ele também guarde uma parte do salário. Isso ensina a criança a economizar para realizar seus objetivos e não depender de empréstimos.

14 Ensine a moderação

Os recursos naturais do mundo são escassos. Ensine a consumir com moderação, para que seja possé vel ter “o suficiente, para todos, para sempre”.

15 Guardar dinheiro é hábito

Ajude seu filho a criar o hábito da poupané a para a realização dos sonhos. A partir dos 3 anos, dé um porquinho para guardar as moedas. O cofrinho pode ser marcado com o cartaz “dinheiro para a compra do carrinho ou da boneca”.

16 Cuidado com a escolha da escola

Os filhos não devem ser colocados em escolas cujo padrão social dos alunos é muito superior ao da família. Das duas, uma: ou a criança estaré quase sempre exclué da de passeios e outras atividades, ou a família se veré tentada a gastar mais do que pode para manter esse nível.

17 Estimule hábitos saudé veis na alimentação

Ensine o filho a comer de tudo e dé preferé ncia é comida caseira. Além de mais barata, é saudável. é possé vel envolver a criança na preparação de alimentos também.

18 Ensine limites

Seja firme no “não”. Se não pode comprar, não aceite a birra do filho. Ele não vai poder se jogar no ché o quando for um adulto e não tiver o que quer.

19 Não gaste mais do que ganha

Não acostume seu filho a um padrão acima do que pode pagar. A família toda deve viver com o que ganha, e não com recursos de empréstimos. No primeiro “não” que o filho receber, vai achar que o pai é um fracassado.

20 Cartão de crédito não é dinheiro

Os adolescentes devem aprender que o cartão de crédito não é dinheiro. Seu uso tem um custo e, se não houver dinheiro para pagar no fim do mês, haveré juros altos.