7 Passos Para Você Conquistar Sua Independé ncia Financeira

Quem não quer alcançar a independência financeira? Acumular um patrimônio que seja possível viver apenas de rendimentos é o sonho de qualquer pessoa.
No entanto, muita gente acha que conquistar a independência financeira é impossível. E não é!
O objetivo deste artigo é mostrar como é possível caminhar em busca da independência financeira de uma forma consistente, organizada e disciplinada.
 
O que é Independência Financeira?
Para quem ainda não sabe, ser financeiramente independente significa não depender da renda do seu trabalho para sobreviver.
Em outras palavras, os rendimentos dos seus investimentos (aluguel de imóveis, dividendos de ações, cupons de títulos públicos…) são superiores às suas despesas mensais.
É importante não confundir a independência financeira como aposentadoria ou parar de trabalhar. Eu acredito que ser financeiramente independente é ser livre. Ter liberdade para trabalhar exclusivamente com o que gostamos.
Entendido o conceito, vamos aos 7 passos para conquistar a independência financeira.
Passo #1: Ganhar Dinheiro
 
Por mais óbvio que seja, só é possível acumular patrimônio se você tiver dinheiro para investir mensalmente. E só é possível ter dinheiro se você tiver uma fonte de renda. Logo, trabalhar é preciso.
Quando estamos focados em aprender a investir, muitas vezes colocamos nosso trabalho e desenvolvimento profissional de lado. E isso está errado.
Por melhor investidor que você seja, quando estamos começando, dificilmente a rentabilidade do seu investimento será maior que sua capacidade de investir (parte que sobra do salário para investir).
Por essa razão, seu principal foco deve estar em ganhar cada vez mais e gastar cada vez menos, para sobrar mais dinheiro e poder investir mais. O aporte é essencial.
 
Passo #2: Poupe para Acumular Patrimônio
De nada vai adiantar se você estiver ganhando cada vez mais dinheiro e gastar na mesma proporção.
Quem ganha muito dinheiro mas está pagando prestação do apartamento, prestação do carro e fatura de cartão de crédito, está apenas acumulando patrimônio para seu banco!
Dependendo da forma como lida com seu dinheiro, você pode ficar mais próximo da liberdade ou ficar cada vez mais preso ao seu trabalho.
Para uma melhor reflexão, recomendo a leitura do artigo “Poupe, Pare de Pagar Juros e Seja Feliz“.
 
Passo #3: Invista em Renda Variável
Essa é outra dica muito importante e que a maioria das pessoas teima em não seguir.
Mesmo que o mercado não tenha um desempenho consistente desde a crise financeira de 2008, ainda assim diversas empresas apresentam resultados excelentes, com lucros cada vez maiores ano a ano.
Isso significa que o valor de muitas empresas tem subido ano após ano e a cotação não representa esse valor. Em algum momento, o mercado será obrigado a precificá-la da forma correta.
Se você não se sente seguro para investir diretamente em ações, os fundos de índice são a melhor opção para começar.
 
Passo #4: Utilize a Estratégia de Alocação de Ativos
Alocação de Ativos é, sem dúvida alguma, a melhor estratégia para investir seu dinheiro.
Independente dos ativos que você escolher para compor sua carteira, essa estratégia é a melhor forma de balanceá-la e obter os melhores resultados.
Com a alocação de ativos, você tem quatro vantagens:
Redução do risco de uma carteira de investimentos;
Fácil de entender, simples de praticar e ideal para alcançar ótimos resultados;
Menos custos, menos stress e mais tempo fora do mercado;
Planejamento com foco no longo prazo.
Para entender cada uma dessas vantagens, recomendo a leitura do artigo “O Que é Alocação de Ativos?“.
E caso você queira se aprofundar ainda mais sobre essa estratégia, o melhor material em língua portuguesa é o eBook Alocação de Ativos, do especialista Henrique Carvalho.
 
Passo #5: Utilize os Juros Compostos a seu Favor
Reinvista toda sua rentabilidade. Simples assim.
Para que os juros compostos possam funcionar, basta duas coisas: reinvestimento da rentabilidade e tempo. Quanto mais tempo seu dinheiro estiver investido, maior a capacidade de acelerar o potencial de ganho do seu investimento inicial.
Sempre que seus títulos públicos gerarem cupons, suas ações pagarem dividendos, seus imóveis  ou fundos imobiliários renderem alugueis, estes valores devem ser reinvestidos.
Para entender melhor o conceito de juros compostos, recomendo a leitura do artigo “Juros Compostos: O Dinheiro Trabalhando Para Você“.
 
Passo #6: Trabalhe no que Você Gosta
Caso você ainda não trabalhe no que você gosta, não se preocupe: você não está cometendo nenhum pecado.
Muitas vezes temos que nos submeter (durante algum tempo) a algo que não nos dá prazer para alcançar uma coisa maior.
O erro, entretanto, está em não desenvolver projetos paralelos, tanto pessoais quanto profissionais, focando algum trabalho que realmente lhe dê prazer. Aquele trabalho que você faria até de graça. Mesmo que inicialmente não ganhe dinheiro com isso.
Quando fazemos algo bem feito, o dinheiro é uma consequência.
Durante mais de 3 anos, o que eu ganhava com o Quero Ficar Rico mal dava para manter o site (domínio, hospedage, servidor de e-mail…).
Ainda assim isso nunca fez a menor diferença. Por duas razões: (1) Eu sempre tive prazer em escrever e ajudar pessoas e (2) sempre tive a certeza que teria um retorno financeiro com o blog. Só não sabia como.
Atualmente eu poderia largar meu trabalho e viver apenas do Quero Ficar Rico. Ainda não tomei essa atitude porque gosto do meu trabalho (além do blog) e fico mais próximo dos meus objetivos financeiros.
Uma ótima reflexão sobre esse tema está no artigo “E se não existisse dinheiro?“.
 
Passo #7: Busque SEMPRE Qualidade de Vida
De nada vai adiantar alcançar a independência financeira se você se privou de tudo para juntar dinheiro, trabalhou diariamente 12 horas, não aproveitou seus finais de semana ou esteve próximo de quem você ama.
O caminho para a independência financeira deve sempre ser trilhado em paralelo com a qualidade de vida.
Trabalhar com algo bacana, divertir-se, viajar, curtir seus familiares e amigos; todas essas atividades estão relacionadas com ter qualidade de vida.
Aproveite seu tempo da melhor maneira possível, tentando sempre estar próximo às pessoas que realmente são importantes para você.
Como sempre, tenho uma pergunta para você…
 
O que você achou dessas dicas? Acredita que algum está equivocado? Acha que existe algo importante na caminhada para a independência financeira que não foi mencionado?
Então não pense duas vezes: deixe um comentário e participe dessa discussão.
Até a próxima!
 
Fonte: Blog Quero Ficar Rico