aprendendo-a-poupar

Pesquisas da neurocié ncia evidenciam que os primeiros 6 anos de vida são fundamentais para formação do caré ter do ser humano. Então acontecimentos precoces de natureza fé sica, mental, emocional e cultural podem permanecer por toda a vida.

As crianças tem uma capacidade enorme de absorver tudo o que visualiza e escuta, portanto lané ar todos os valores e ensinamento nesta fase da vida é importante. Mesmo parecendo complexo, é possé vel introduzir a educação financeira também neste peré odo.

é noté vel o alto nível de consumismo entre crianças e jovens, muitas vezes levado pelo forte marketing exercido, pelas influé ncias sociais e até mesmo pelo exemplo dos próprios pais.

Diante disso, é necessério uma alfabetização financeira de forma lé dica, por meio de brincadeiras e está mulos de conscientização de hábitos saudé veis. Já com 5 ou 6 anos muitas crianças já tem a capacidade de entender valores, diferenciar o que é já caro já e já barato já .é Fazer com que eles entendam de onde surge o dinheiro, que é necessério trabalhar, pagar contas e viver com aquilo se ganha faz com que as crianças comecem a ter não é o de como tudo funciona no quesito finanças .

Interferir adequadamente na infé ncia é um desafio, mas não é impossé vel. Cabe a nós, enquanto educadores, pais, tios, avós ou qualquer categoria que você se enquadre, disseminar as boas práticas da Educação Financeira desde cedo.

Compartilhe nas Redes Sociais:

Fonte: Portal Veneza


Leia também