IMG_83F6DB-E0A06D-EC6706-6C1A0F-27092C-19BE30

O transporte mais econômico é o que melhor se ajusta às necessidades e ao bolso do consumidor. Veja os principais aspectos a serem considerados ao escolher entre manter um carro, usar táxi ou serviços de transporte por aplicativo.

“É preciso levar em conta as necessidades da pessoa ou família, sua segurança, comodidade e tempo disponível para se locomover entre um ponto e outro. O aspecto financeiro é importante, mas apenas um entre todos”, orienta Reinaldo Domingos, presidente da Associação Brasileira de Educadores Financeiros (Abefin). 

Trabalho x casa

Morar perto do trabalho tende a elevar o custo da moradia e diminuir os gastos com transporte. Quando o deslocamento diário é curto e rápido, usar táxis ou transporte por aplicativo tende a ser mais barato. Alternar com o transporte público pode gerar economia ainda maior.

Viagens longas          

Para viagens longas, o custo de táxis e transporte por aplicativos é alto. Dependendo da frequência em que as viagens são feitas, pode ser vantajoso manter um carro ou apenas alugar um veículo quando for necessário.

Comodidade

Nos táxis e carros de aplicativos o passageiro pode estudar, se preparar para uma reunião e até mesmo dormir. Já ao dirigir, deve estar atento ao trânsito, o que pode aumentar seu nível de estresse.

Por outro lado, no carro é possível ter maior liberdade para ouvir a música que quiser, mudar a rota quando necessário e ir para qualquer lugar, além da comodidade de ter um veículo à disposição o tempo todo.

Segurança

O serviço de transporte por aplicativos não é regulamentado e possui motoristas que podem ser desqualificados e sem experiência.

Nos serviços de transporte compartilhado – como pool – é preciso considerar o risco em fazer toda a viagem ou parte dela com desconhecidos.

O carro é um item visado por assaltantes, portanto é preciso ter cautela ao dirigir e manter o veículo assegurado.

Despesas com carro

Prestações, seguro, combustível, manutenção, IPVA, licenciamento, lavagens e possíveis multas são as despesas básicas. Em média, correspondem a 2% do valor do carro. A manutenção de um veículo de 20 mil reais, por exemplo, pode custar R$ 400 por mês.

Táxi x aplicativos

Dependendo do horário e do trajeto, o transporte por aplicativos é mais barato do que táxi. Por outro lado, em horários em que o trânsito é maior, os táxis tendem a ser mais rápidos por usarem corredores de ônibus e os taxistas terem maior experiência com o trânsito.

Concorrência entre aplicativos

É válido ter mais de uma opção de aplicativos de transporte para comparar preços antes de pedir as viagens. Além do valor, considere a disponibilidade de motoristas na região.

Peso no orçamento

Não é aconselhável analisar os gastos com transporte separadamente, e sim seu peso no orçamento. O mais importante é que esta despesa não impeça a poupança mensal e a conquista de sonhos ao longo do tempo.

Compartilhe nas Redes Sociais:

Fonte: Jornal Dia a Dia


Leia também

Educação Financeira: com disciplina, casal realiza sonho

Você já deve ter lido, em muitos lugares, inúmeras formas de se conseguirestabilidade financeira e poder realizar seus sonhos, não é mesmo? O que precisa ser feito não é nenhum segredo. A dificuldade está na disciplina para manter o foco ...

Juro de pessoa física recua e fecha 2012 no menor valor em 18 anos

Por conta principalmente da atuação dos bancos públicos, que lideraram o processo de redução dos juros em 2012, a taxa média cobrada pelas instituições financeiras às pessoas físicas registrou queda de 9,2 pontos percentuais em todo ano passado, encerrando em ...

Senado aprova aumento de valores para aposentados que ainda trabalham

O Senado aprovou o projeto que permite ao aposentado que ainda trabalha trocar de benefício para receber um valor mais alto do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). Também conhecida como desaposentação, a medida exige a renúncia da aposentadoria da ...

Dez passos para tornar seu salário mais produtivo

 O povo brasileiro foi às ruas reclamar da má administração do dinheiro público. E você? Como tem administrado seu dinheiro? O consultor financeiro Francis Hesse lista dez passos para melhorar a produtividade do seu salário.1 – Identifique  e visualize  todos os seus ...

63% dos jovens brasileiros admitem não ter um bom conhecimento financeiro

 A maioria dos jovens brasileiros (63%) acredita que não tem um bom conhecimento financeiro. Mas eles não são os únicos, 67% das pessoas com idade entre 18 e 30 anos da América Latina e Caribe compartilham da mesma opinião, segundo ...