Cinema: dinheiro na telinha

Ir ao cinema ou assistir a um filme em casa pode proporcionar, além de um momento lazer, aprendizado e conhecimento, dependendo da história abordada.

Por ser um dos fatores que está ligado diretamente na vida de muitas pessoas, o dinheiro já é assunto de enredo da sétima arte. Veja alguns que separamos para você e bom filme!

Até que a sorte nos separe
Direção: Roberto Santucci | 2012
Comédia inspirada pelo livro "Casais Inteligentes Enriquecem Juntos", do consultor financeiro Gustavo Cerbasi. A vida de Tino, um pai de família, muda completamente quando ele descobre que ganhou na loteria. Mas os dias de milionário acabam ele fica sem dinheiro novamente. Para sair dessa e driblar o que está acontecendo com a esposa, ele conta com a ajuda do seu vizinho, que sabe tudo sobre organização financeira, passando por várias situações divertidas.

Wall Street – Poder e Cobiça
Direção: Oliver Stone | 1987
O jovem e ambicioso Bud Fox trabalha no mercado de ações e tem muito interesse pelos negócios de Gordon Gekko, um grande milionário. Por meio de informações privilegiadas e ilegais, Bud consegue riqueza e poder, que podem acarretar alguns riscos.

A Creche do Papai
Diretor: Steve Carr | 2003
Depois de perderem o emprego, Phil e Charlie não têm mais como pagar a creche dos filhos até conseguirem um novo trabalho. Nesse momento, eles têm uma ideia: para ganhar dinheiro resolvem criar uma instituição para cuidar de crianças enquanto seus pais estão trabalhando. Um lugar que acaba ficando muito famoso pela forma diferente no tratamento dos pequenos.

O Homem que Copiava
Diretor: Jorge Furtado | 2003
André tem 20 anos, trabalha como operador de fotocopiadora em uma papelaria de Porto Alegre e precisa muito de R$38 reais para comprar um presente para sua vizinha Sílvia, por quem é apaixonado. Ele resolve copiar uma nota de R$50, que dá início a várias confusões.
 

De acordo com um levantamento do Ibope Inteligência, a região sudeste é a que mais gasta dinheiro com cinema – o valor anual por pessoa chega a R$15,83. Em segundo lugar está a região centro-oeste, gastando R$13,93. Na sequência o sul com R$11,15; região norte com R$7,31 e nordeste, em último lugar, com R$6,88.
 

3 dicas para comprar seu ingresso de cinema
– Alguns bancos e operadoras de telefonia oferecem descontos de 50% para seus clientes. Procure saber sobre os programas de incentivo e participe!

– Se você já sai de casa com um filme em mente, que tal comprar o ingresso via internet?! Você evita filas e garante sua sessão sem perder o horário. Lembre-se sempre de imprimir o ingresso e/ou levar o comprovante da compra.

– Em algumas salas de cinema, principalmente durante o fim de semana, as bilheterias costumam ser cheias. Se for pagar no cartão, veja se existem terminais de autoatendimento.