Como ensinar seus filhos a planejar gastos e valorizar o dinheiro

Como ensinar seus filhos a planejar gastos e valorizar o dinheiro

Mother and daughter putting coins into piggy bank

Quando se trata de educação financeira, quanto mais cedo come ar a ensinar as crianças, melhor. Quem aprende a organizar o dinheiro ainda jovem tem uma probabilidade muito menor de cair em dívidas e se perder no planejamento financeiro quando adulto.

Com a ajuda dos consultores Celina Macedo e Erasmo Vieira e do planejador financeiro Emerson Wan, a Gazeta do Povo montou um guia pré tico de finanças para crianças, com ações simples para se aplicar em casa. Os especialistas afirmam que cada família pode adaptar as medidas para a sua realidade, desde que alguns pontos importantes sejam sempre observados.

Cada idade tem uma percep o sobre o dinheiro e os pais devem ter cuidado com isso na hora de dar não ões sobre valores, economia e investimento.

As medidas propostas devem envolver a família e incentivar a cooperação para que a criança não se sinta sozinha. Também é importante que cada ação seja muito lé dica, com cores e desenhos vivos. Use todos os recursos possé veis para chamar a aten o dos pequenos e fazer com que eles se divirtam e então aprendam.

Mostre o valor do dinheiro

Criané as muito novas tem dificuldade em entender quanto uma certa quantia em dinheiro vale. Para isso, os pais podem escolher um sé mbolo e desenhar numa tabela a quantidade que equivale ao valor em reais. Por exemplo: se a criança ganha R$ 10, desenhe 10 estrelas numa cartolina, para ela mensurar o quanto aquela quantia vale.

Analise gastos

Quanto antes ela entender que gastar menos do que se ganha é saudável para o bolso, melhor. Ensine seu filho a analisar os gastos, fazendo a contabilidade em um caderno ou atravós de gré ficos que represente, mês a mês, a quantidade de dinheiro que ele ganhou e quanto gastou.

Trace metas

Para que a criança desenvolva o valor da conquista, ajude ela a criar metas e percorrer o caminho até elas. Desenhe um termé metro que vé da etapa atual até o sonho conquistado e divida ele em 10 partes. Cada parte é uma quantia em dinheiro que a criança deve economizar. Os pais pode, além de incentivar a progressão do sonho, colaborar dando uma porcentagem para a criança, em cima dos valores que ela conseguir juntar. Isso também ajuda ela a ter não ões de investimento e retorno.

Converse sempre

Fale sobre dinheiro em casa. Se seus filhos entenderem o quanto você recebe, o que tem que pagar e o quanto sobra no final das contas, vai ser mais fácil negociar as compras que eles quiserem fazer. Além disso, eles percebem que os próprios gastos influenciam no momento de comprar um carro, apartamento e até para ter aquele bichinho de estimação que eles tanto pedem.

Dé o exemplo

Lembre-se que as crianças aprendem pelo exemplo. Se ela ver que você também organiza suas finanças, vai entender a importância de fazer isso. Trabalhe em esforé o conjunto, com a família toda organizada para conquistar um objetivo comum já uma viagem ou o corte de gastos, por exemplo. Deixe ele no controle de despesas fáceis de serem medidas, como os gastos com telefone, luz elé trica e deliverys. Com o dinheiro economizado, dé um prêmio para a criança. Pode ser uma parte da economia, para ela gastar na viagem.

Poupe e invista

Ajude ela a organizar os objetivos para usar o dinheiro. Crie três potes e identifique a fun o de cada um. O pote da diversão tem o dinheiro para o lazer do dia a dia. O pote dos sonhos é usado para economizar a quantia necessé ria para comprar algo mais caro e que a criança queira muito. O terceiro pote, o do investimento, guarda o dinheiro que ela vai usar no futuro, na hora de fazer um curso que ela queira ou uma atividade de maior valor.

Aprofunde

Quando a criança já sabe economizar, ela pode aprender a fazer isso com consistância. Faça a um jogo: desafie ela a poupar uma porcentagem (combinada com a criança) do que ganha todo mês. Para essa atividade, trabalhe com a quantia do pote do investimento. Se ela conseguir fazer isso por 12 meses, dé um bé nus. Se ela não conseguir, não ganha nada. Essa ação mostrar para a criança que, para enriquecer a longo prazo, é importante investir uma parte dos ganhos.

Preste contas

Ensine a fazer prestação de contas. Separe 12 envelopes, um para cada mês e um envelope maior para guardar os 12. A criança vai fazer uma lista do que ganhou, cada coisa com que gastou, o quanto investiu e vai anotar também o objetivo de cada ação. Nos envelopes, ela vai guardar as anotações dos gastos, junto com os recibos. No final de cada mês, discuta a lista com ela, analisem qual dinheiro foi mal gasto, qual trouxe alegria. é uma forma de ela entender que, se quiser mais dinheiro, pode administrar melhor as finanças .