2

Uma das mais tradicionais promessas de ano-novo é guardar dinheiro, né ? A gente tenta, tenta já mas a verdade é que poucos conseguem colocar o plano em prática. Um levantamento feito pelo Banco Central mostra que 65% dos brasileiros não pouparam no último ano. Guardar dinheiro não é algo natural, requer esforé o para boa parte dos mortais. Por isso a coluna dessa semana reuniu algumas dicas para tentar fazer a resolu o de ano-novo entrar para a lista de itens realizados.

No livro Quero ficar rico, de Rafael Seabra, o autor defende que, para resolver os problemas financeiros, ganhar mais dinheiro não é necessariamente a solu o: já A riqueza está pouco relacionada a quanto se ganha e muito mais relacionada a quanto se acumula e ao padrão de vida. Se você não consegue viver com 3 mil reais por mês, você também não será capaz de viver com 30 escreve.

Para come ar a guardar dinheiro em 2018, o primeiro passo é iniciar já . Sugiro que você tente, pelo menos, pensar um pouco mais sobre suas finanças pessoais e ver o quanto se dedica a cuidar do dinheiro que você trabalha para receber. Esse já é um excelente primeiro passo, mas não é o suficiente. Por isso tem mais cinco dicas aqui:

Dica 1

Quando estiver se sentindo baixo-astral ou muito empolgado, adie decisões de compras ou vendas. A emo é o tende a maximizar os estragos financeiros, então procure manter distância ou observar atentamente qual sua relação com o dinheiro quando está triste ou feliz demais. é um bom termé metro.

Dica 2

Conhe a suas finanças pessoais. Se algué m perguntar a você agora onde vai parar a maior parte do seu dinheiro, você saberia responder? A maioria dos brasileiros não sabe, pois nem tem um planejamentopessoal. Faça a a diferené a e tenha organizado o que entra e o que sai todo mês. O mé todo? Sugiro experimentar o caderno, a planilha de excel ou até aplicativos de celular. Teste!

Dica 3

Pe a ajuda. Se você está tentando hé tempos melhorar sua situação financeira, mas não está conseguindo, eu sugiro um profissional. A lógica é a mesma para quem está acima do peso e vai até um nutricionista. Se sozinha não está sendo fácil, tente um planejador financeiro. O profissional pode adaptar sua necessidade a um valor que você possa pagar e ainda ajuda a enxergar onde estão seus deslizes e pode contribuir para ter mais disciplina nas finanças, já que vocês tendem a ter encontros perié dicos durante um tempo. Eu recomendo!

Dica 4

Motivação. Sabe o que faz teu olhar brilhar? Aquilo que te energiza é o que pode te ajudar a manter a disciplina nos gastos financeiros. Imprima uma foto seja do lugar para onde quer viajar, do apartamento onde quer morar ou da divida que quer acabar de pagar. Grude na geladeira e faé a daquilo um gatilho para se manter na trilha.

Dica 5

Tente ter fé lego no oré amento. Evite parcelar e engessar seu oré amento, pois na maioria das vezes a sensação de bem-estar está ligada é atividades de lazer. Se você gastar quase todo seu dinheiro pagando parcelamentos do cartão de crédito e custos do aluguel, luz, telefone e condomé nio vai sobrar pouco para fazer aquilo que te traz contentamento. Evite muitas amarras, mas tenha uma poupané a foré ada para não escorregar e acabar não reservando nada.

Compartilhe nas Redes Sociais:

Fonte: Revista Donna


Leia também

Planejamento financeiro ajuda aproveitar as férias com qualidade

As férias de julho estão chegando e todos querem aproveitar, mas antes de tomar qualquer atitude é importante analisar o orçamento doméstico e as opções do mercado. Cerca de 53% dos participantes de uma pesquisa realizada na internet, pelo Mercado ...

Millennials: geração imediatista que não liga para o longo prazo

"Eu olho para o que acontece hoje e tendo a não gastar muito tempo pensando no futuro, até porque acredito que temos que aproveitar da melhor maneira o tempo que temos e realizar nossos sonhos”. A frase dita pelo bancário ...

e possível poupar sem sacrificar o que você gosta. Veja como

O mundo das finanças pessoais passa por uma revisão de suas premissas. Até pouco tempo atrês , os especialistas recomendavam poupar desde o início da vida profissional, economizar mais é medida que o salário aumentasse e investir ...

Oito em cada dez brasileiros não sabem controlar gastos

 O consumidor médio brasileiro gasta mais do que ganha, não guarda dinheiro e tampouco planeja o próprio futuro, tanto que oito em cada dez entrevistados (81%) têm pouco ou nenhum conhecimento sobre como fazer o controle das despesas pessoais.  As conclusões ...

O risco das decisões judiciais para as entidades

 Um dos principais fatores de risco relacionados com o segmento de previdência complementar atualmente são as decisões proferidas em ações judiciais movidas pelos participantes dos planos de benefícios previdenciários que elas administram. O número de ações judiciais vem se avolumando a cada ano, sendo “descobertas” ...