64247

Já escrevemos várias vezes aqui sobre dicas e informações de como fazer o seu orçamento familiar. E você, já começou o seu? Se a resposta for ‘Não’, talvez você seja a pessoa ideal para ler este ‘post’ até o final (é bem curto!). Depois da leitura, você não vai ter mais desculpas para não iniciar um orçamento já.

Orçamento doméstico ou familiar é algo simples de ser feito, mas para os iniciantes no tema a dificuldade geralmente é muito grande. Desta maneira, o que propomos para você, que está no início desta jornada, é iniciar aos poucos. Não tente fazer o melhor controle orçamentário do mundo, pois isto requer muita experiência e dedicação.

Aqui vão algumas dicas para você iniciar um Orçamento de uma forma simples. Como a ideia é a simplificação, vamos começar com poucas (mas importantes) dicas: são poucas, assim você não terá desculpa para não segui-las!

  1. A) Faça algo tão simples que poderia ser controlado em um caderno ou folha de papel.

Se você não pode controlar o seu Orçamento Familiar em um papel, então talvez ele esteja muito complexo… pelo menos para os iniciantes.

Mas, caso contrário, não fique refém de uma ferramenta para isso. Lembre-se que o primordial é fazer com que os seus gastos estejam controlados: pegue um papel e um lápis, e mãos à obra.

  1. B) Comece pelos seus Sonhos!

Motivação é o motor do universo. Nada melhor do que um ‘Sonho’ muito desejado para ‘forçá-lo’ a fazer um bom Orçamento Doméstico.

Talvez você não precise controlar todos os seus gastos, mas só aqueles relacionados à conquista do seu Sonho.

Tudo isso é uma forma de Orçamento! Depois de um tempo, expanda este controle para toda a sua vida e você terá um verdadeiro Orçamento!

  1. C) Escolha no máximo 4 categorias para controlar

Com o tempo, a atividade de controlar gastos e despesas é algo que acabamos por nos acostumar a fazer. Assim, comece com apenas 4 categorias que serão planejadas e controladas. Por exemplo:

  1. Gastos com Supermercado
    2. Gastos com Saúde
    3. Gastos com Educação
    4. Gastos com Lazer

As categorias certas para você serão aquelas nas quais existam os maiores gastos, os mais relevantes, e isso vai variar de pessoa para pessoa.

Achou 4 categorias algo muito avançado! Não se preocupe, inicie com 3, ou até 2. E vá aumentando com o tempo, à medida que você se acostume a orçar e controlar cada uma delas.

Fonte: Minhas Economias


Leia também

Como fazer orçamento familiar e sair do vermelho

Colocar as contas em dia pode ser um desafio, principalmente para quem não tem o hábito de planejar. Para ajudar os iniciantes na educação financeira, o Portal Brasil procurou um professor de finanças para explicar como come ar. José ...

11% dos brasileiros conseguem lidar com despesas inesperadas

Viver com bem-estar financeiro não é sé ter dinheiro sobrando no bolso. Também envolve assegurar o futuro, aproveitar o presente e poder lidar com imprevistos. Desde julho de 2017, o Serviço de Prote é o ao Crédito ...

14 dicas para fugir das dívidas e dos golpes nas compras

Na hora de fazer compras, muitas vezes as pessoas estão na correria para comprar presentes e esquecem de procurar os melhores pre os. Para aproveitar sem comprometer as finanças e não se sentir lesado posteriormente, é ...

Vive sem dinheiro? Veja como melhorar as finanças em 14 dias

Não consegue economizar ou vive no cheque especial, mas nunca encontra tempo para colocar as finanças em ordem? A pedido de EXAME.co, Gustavo Cerbasi, especialista em educação financeira e autor do livro "Casais Inteligentes Enriquecem Juntos", criou um plano ...

Economize na compra de rem dios

GenéricosProcure o medicamento genérico daquele que você vai comprar e, se possível, peça para o médico colocar na receita o nome genérico do remédio. (Ex.: Dipirona, Paracetamol, Ácido Ascórbico…)Amostras grátisSempre pergunte ao seu médico se ele têm amostras grátis dos ...