Confira 7 dicas para evitar compras por impulso nas liquid es

Após o Natal, em janeiro, o comércio tradicionalmente faz liquidações para atrair os consumidores e desovar estoques. Segundo os economistas da Serasa Experian, o Natal foi bom para o varejo, o que significa que os consumidores já estão endividados e, por isso, devem controlar seus gastos e evitar fazer compras sem necessidade.

 

 

 

Conforme a consultoria, a orientação é planejar, aproveitando as liquidações para adquirir apenas o que é necessário e antes de se deixar seduzir pelas ofertas, o consumidor deve fazer as contas e relacionar as dívidas que já possui, lembrando também das adquiridas nas compras do final do ano. Para ajudar os consumidores, o órgão elaborou sete dicas para evitar que o consumidor faça compras por impulso nas liquidações de começo de ano. Confira:

 

 

1 – Dívidas no papel:
Anote no papel todas as dívidas para saber se há espaço no orçamento da família para novas compras.

 

 

2 – Planejamento:
Planeje as compras, reflita se está realmente precisando daquele produto e discuta a necessidade da compra com a família. Saia de casa sabendo exatamente o que vai comprar.

 

 

3- Impostos:
Lembre-se dos gastos do início do ano, que além de pagamento de impostos, compra de material escolar e matrícula, incluem despesas de férias, como viagens, cinemas, passeios.

 

 

4- Pagamentos em dia:
Evite parcelamentos longos, pois o risco de ficar superendividado e inadimplência (não pagar dívidas no prazo) é maior, diz a Serasa.

 

 

5- Dia das mães:
Lembre-se das datas comemorativas do primeiro semestre (Páscoa, Dia das Mães e Dia dos Namorados) e tente não chegar endividado e sem poder de compra nessas ocasiões.

 

 

6- Cuidado com o cartão:
Evite gastos com o cartão de crédito, pois ele dá a falsa sensação de que não se está gastando. Antes de comprar, veja na fatura o valor total das compras antigas.

 

 

7- Pesquise:
Cuidado com descontos milagrosos e pesquise para saber se está fazendo um bom negócio ao comprar um produto em uma liquidação.