casal-financas-contas-despesas-1352472289072_615x300

Se você anda meio perdido com suas finanças pessoais, é bom dar uma olhada nessas dicas, que vão te ajudar a enfrentar melhor esse descontrole.

Vamos lá:

1.Nunca gaste mais do que você ganha. Parece óbvio, mas, por incrível que pareça, tem muita gente que não presta atenção nisso.

2. Como vai controlar suas finanças se não tiver nada colocado no papel? Por isso, faça um levantamento de todos os seus ganhos e todos os seus gastos mensais. Faça uma “planilha” ou use algum aplicativo. Somente dessa forma você saberá para onde está indo o seu dinheiro e se ele está sendo suficiente.

3. É bom ter uma reserva para os imprevistos, pois você pode ficar doente, perder o emprego, etc. Que tal 10% de seus rendimentos?

4. Pense antes de comprar! Evite comprar por impulso e só compre o que realmente é necessário e útil para você.

5. É aconselhável comprar à vista, para evitar as altas taxas de juros nos parcelamentos. Somente parcele se realmente a compra for inevitável e não tiver dinheiro suficiente para pagar no ato da compra.

6. Fuja dos juros, evitando empréstimos bancários ou seja lá de quem for.

7. Se precisar fazer empréstimo, é bom pesquisar antes para comparar os juros, pois existem grandes variações entre as instituições financeiras.

8. Se você não tem sobra de caixa, evite comprar ou gastar com produtos e serviços supérfluos.

9. Atenção no supermercado. Não compre tudo o que vê ou produtos em promoção que não irá usar. Também evite comprar produto com prazo de validade incompatível com o tempo que levará para ser consumido, para não correr o risco de jogá-lo fora.

10. Tenha o hábito de economizar: água, energia elétrica, telefone, etc.

11. Pesquise preços. Algumas horas de pesquisa podem significar a economia de muitos dias de trabalho. Isso realmente vale a pena!

12. Cuidado com a conta do celular. Existem muitos planos de várias operadoras que mais nos confundem do que nos ajudam. É bom ficar de olho para escolher os melhores planos.

13. Refeições em restaurantes não são baratas. Portanto, é bom controlar-se para não ver muito do seu dinheiro ir para o bolso do dono do restaurante.

14. Troque dívidas mais caras por dívidas mais baratas. Se você já tem dívidas, faça essa troca, procure negociar, busque ajuda com o gerente de sua conta no banco. Só não vale ficar pagando juros altíssimos sem se importar.

15. Não caia no conto do CRÉDITO FÁCIL! Muito cuidado com essa propaganda, porque ninguém vai sair distribuindo dinheiro facilmente sem a intenção de ganhar muito com juros exorbitantes. Fuja desses “dinheiros fáceis”.

16. Tenha apenas uma conta bancária e não aceite todos os produtos e serviços que o banco lhe empurrar. Aceitar cheque especial, cartões de crédito, financiamentos, planos de previdência, seguros, títulos de capitalização e outros, somente se você tiver plena certeza que serão úteis, que terá condições de administrá-los e que terá condições de pagá-los.

17. Cuidado com a venda casada! Normalmente os bancos “obrigam” os clientes que querem um empréstimo, um cheque especial, um cartão de crédito, a assinarem também um contrato de pecúlio, seguro, previdência, título de capitalização e outros. Ninguém é obrigado a adquirir um produto ou serviço para ter acesso a outro.

18. Ao pensar em comprar um carro, lembre-se dos gastos! Em média, os custos com combustível, estacionamento, seguro, impostos e manutenção equivalem ao preço de um carro a cada três anos. Portanto, se você vai comprar um carro de R$ 20.000,00, vai gastar cerca de R$ 7.000,00 para mantê-lo.

19. Em caso de carros financiados o custo anual do carro acaba subindo, porque há ainda os juros que serão cobrados nestas operações.

20. Tenha apenas um cartão de crédito. Se um cartão de crédito já consegue arruinar a vida de muita gente sem controle, mais de um será a falência total.

21. Use seu cartão de crédito com inteligência:

a) Ao fazer compras no cartão, mantenha controle de todos os gastos para não ter uma infeliz surpresa quando sua fatura chegar. A falta de controle financeiro, acaba por causar grandes prejuízos econômicos;

b) Nunca pague o cartão de crédito com atraso;

c) Nunca pague apenas o “mínimo” da fatura, é a pior coisa que pode acontecer. Nestes casos é melhor até pegar um empréstimo ou usar o cheque especial para pagar a fatura, pois os juros do cartão são exorbitantes.

22. Tenha disciplina e respeite o seu orçamento. Ao conseguir equilibrar as contas, é muito importante manter o equilíbrio. Um deslize e pode ser o fim de meses de esforço.

Compartilhe nas Redes Sociais:

Fonte: Thutor


Leia também

Na 3é Semana da Educação Financeira e Previdencié ria, a Escolha Certa recebe o Diretor do Departamento de Pol ticas da SPPC

Na 3é semana da Educação Financeira e Previdencié ria, no dia 19 maio 2016, o Programa já A Escolha Certa já recebeu o Diretor do Departamento de Polé ticas da SPPC em Floriané polis para falar sobre ...

Senado aprova aumento de valores para aposentados que ainda trabalham

O Senado aprovou o projeto que permite ao aposentado que ainda trabalha trocar de benefício para receber um valor mais alto do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). Também conhecida como desaposentação, a medida exige a renúncia da aposentadoria da ...

Quem Não Sonha Com Sombra e é gua Fresca?

Na correria de todos os dias, trabalho a ser feito, família para cuidar, contas para pagar, casa, estudos e tantos outros motivos que levam uma pessoa a acordar pela manhé, assuntos de como cuidar do futuro, parece não ter espaís ...

Dicas para economizar energia quando for viajar!

 A época de férias já acabou, mas nunca é tarde para asaber como economizar energia quando você for viajar! É bom para o meio ambiente e melhor ainda para o seu bolso!Confira as dicas que foram disponibilizadas pela Fundação Procon/SP:Conseguir ...

O que e Educação Financeira?

Afinal, qual a melhor forma de investirmos nosso dinheiro, alcané armos alguma rentabilidade e realmente nos saé mos bem em meio é situação atual do país? Para mais informações a respeito deste assunto, conversamos com Bruno Frota, coaching e consultor ...