Dicas para economizar SEMPRE

Faça listas de compras – Uma das táticas para priorizar o atendimento das necessidades em detrimento de simples desejos e reduzir compras por impulso é fazer uso das listas de compras. Úteis também para estabelecer limites de gastos e para evitar desperdícios, especialmente de alimentos, as listas ajudam a manter o foco naquilo que foi previamente escolhido e servem como antídotos para as ações de marketing e estímulo ao consumo cada vez mais especializadas.

Pague apenas pelo consumo – Cancele ou negocie redução de valor pelos serviços adicionais que você não utiliza no telefone fixo ou celular, na TV a cabo, na internet e similares. Evite manter-se associado em clubes que pouco frequenta. Contrate seguros apenas de acordo com suas necessidades e hábitos de vida. Opte por comida a quilo se come pouco ou buffet livre se for bom de garfo.
 
Pesquise ao comprar pela Internet – Comprar pela internet traz comodidade e pode resultar em economia, mas alguns cuidados são necessários para evitar dissabores. Os preços variam bastante. Por isso, pesquise sempre e muito. Procure a melhor oferta utilizando serviços de buscas. Fique atento às regras, ao conceito e aos prazos de entrega de cada site. Descubra se a loja oferece frete gratuito e desconfie de preços muito baixos, principalmente quando anunciado por sites não tradicionais. Mantenha arquivadas as mensagens trocadas e informações fornecidas e recebidas. Procure fazer cópia das telas de anúncio dos produtos até recebê-los e conferir se as condições estão conformes.
 
Peça, solicite e exija descontos – Não há vergonha alguma em pedir descontos. Se você for um bom cliente, peça desconto. Se você deseja economizar, solicite descontos. Se for mal-atendido, exija desconto. Há muitas lojas e empresas que estão dispostas a dar descontos, só falta o cliente pedir. O comércio disputa ferozmente a preferência dos clientes. É comum a existência de convênios com empresas, cartões de crédito, associações, clubes, condomínios e vários tipos de entidades para ter o privilégio da sua presença como consumidor. Descubra se você é beneficiário de algum convênio antes de pagar qualquer conta.
 
Mantenha o controle – Saber o quanto se gasta e em que se gasta é meio caminho para evitar problemas financeiros. Não se descuide das pequenas contas. Muitas vezes é na soma dos pequenos gastos que se descobrem os grandes rombos no orçamento – e as grandes oportunidades para economizar. Faça orçamento pessoal e doméstico e procure acompanhá-los com regularidade.
 
Programe-se para viajar – Quem planeja melhor e com mais antecedência geralmente consegue obter melhores tarifas e condições. Sempre que possível, viaje em baixa temporada. É mais fácil encontrar passagens aéreas baratas para o meio da semana do que nas segundas e sextas-feiras, e no meio do dia ou da noite do que no início ou final do horário comercial. Viajar sábados também pode ser econômico. Fique atento às promoções e procure ser flexível para fazer eventuais ajustes na viagem para tirar o melhor proveito das promoções.
 
Não rasgue dinheiro – O pior gasto é aquele que não gera benefício algum. Organize-se. Pague suas contas em dia. Concentre o vencimento das suas contas mensais para o mesmo período, de preferência na data do recebimento da sua principal fonte de receita. Sempre que possível use a opção de débito e pagamento automático diretamente com seu banco.
 
Economia no lazer – A economia no lazer deve ser nos gastos, não na qualidade ou na quantidade. Como se trata de atividade opcional, informe-se sobre dias e horários mais baratos em teatros e cinema, use e abuse do contato com a natureza, especialmente parques e praças. Compartilhe livros com amigos. Escolha hobbies compatíveis com seu padrão de renda. Fique atento às tentações de consumo relacionadas. Sempre que possível saia alimentado ou leve parte do lanche e bebidas.
 
Fonte: FenaSeg