Educação  financeira come a em casa, a partir dos exemplos dos pais

Educação financeira come a em casa, a partir dos exemplos dos pais

Smiling Mother Looking At Her Daughter Sitting On Couch Holding Piggybank

Manter as finanças equilibradas na vida adulta depende muito da educação financeira que se recebe ainda na infé ncia e os pais são os grandes e principais responsé veis por isso. Confira as dicas do economista Ricardo Figueiredo, consultor do Vida Investe, programa de educação financeira e previdencié ria da Funcesp, fundo de pensão patrocinado por empresas privadas.

  1. Não hé idade certa

é importante passar não ões de gestão financeira desde cedo, e não existe uma idade certa. Quando perceber que o pequeno tem maturidade para entender, comece com ideias simples, como: a importância em poupar uma parte do que se ganha e não gastar além do que tem disponível.

  1. Mesada ou semanada ajudam

Quando a criança tem disponível um valor mensal ou semanal, fica mais fácil entender na prática o que significa uma gestão financeira. Eles se habituam a ter dinheiro e lidam com a responsabilidade de escolher o destino para aquele valor recebido, aprendendo a administrar os gastos.

  1. Cobre juros

Se a criança pedir para adiantar a compra de um brinquedo, aproveite a oportunidade para ensinar sobre o conceito de juros. Diga que o brinquedo pode ser comprado, desde que o valor seja abatido nas parcelas da mesada.

já Ao descontar um pouco a mais por mês ou semana, mostramos que temos diferentes escolhas e que cada uma tem um é nus e um bé nus já explica Ricardo.

  1. Leve as crianças ao mercado

No momento das compras, mostre os valores de cada produto, comparando uma marca com a outra. Esse processo mostra que o relacionamento com o dinheiro é algo natural.

  1. Incentive a economia

Ter um cofrinho é sempre uma boa ideia. Estimule que a criança guarde parte da mesada ou da semanada para, mais tarde, adquirir um bem maior, como um brinquedo ou um jogo mais sofisticado.