Educação financeira já!

Educação financeira já!

envolver_familia_na_poupanca-1

As crianças devem ter contato com dinheiro o mais cedo possível. Alguns pais podem achar prejudicial expor seus filhos ao dinheiro mas esta é a melhor forma de termos pessoas financeiramente educadas no futuro.

Cada vez mais existem escolas que incluem algum tipo de aula relacionada a dinheiro em sua grade curricular. É uma tendência muito boa que irá prevenir muitos problemas futuros de endividamento pessoal.

Os jovens que têm contato com os fundamentos da educação financeira desde cedo, vão aprendendo na prática, com jogos e simulações, o que é mais adequado e o que pode levar a sérios problemas financeiros. Ou seja, erra-se apenas uma vez nos jogos para acertar na vida real.

Educadores financeiros para jovens apontam que a motivação dessas crianças neste tipo de aula é muito boa. Isto ocorre pois os jovens percebem que estão aprendendo algo que será útil e que faz parte da vida deles, diferente de matérias obrigatórias do currículo escolar. Assim, o sucesso em ensinar é muito maior neste tipo de situação.

Falando um pouco mais dos pais, estes devem ter consciência de que seus filhos precisarão saber lidar com dinheiro pois é um dos poucos temas que engloba todos os adultos sem exceção. Portanto não há motivo para poupar crianças e adolescentes da prática e teoria relacionada a finanças pessoais. Por isso acredito que os pais mais conscientes do futuro de seus filhos devam procurar escolas que proporcionem um ensino amplo porém focado no que realmente será útil para si próprio e para a sociedade.

Uma educação de qualidade tem como preocupação o ensino de valores fundamentais para o indivíduo e o aprimoramento da sociedade a partir da visão apropriada de cada aluno.