cofrinho

Neste ano, 86 mil crianças e jovens são educados financeiramente em salas de aula de todo o Brasil pelo Programa DSOP Educação Financeira nas Escolas. Os números indicam uma mudança cultural, a conscientização de que o ambiente escolar é o mais propício para o ensino dessa disciplina. E pesquisa comprova que a família do aluno também é beneficiada.
“Há quem pense que as crianças não têm discernimento para lidar com finanças”, relata o mentor da Metodologia DSOP e presidente da Abefin (Associação Brasileira de Educadores Financeiros), Reinaldo Domingos. “Porém, notamos que com 4, 5 ou 6 anos elas já reconhecem o dinheiro como um meio para realizar sonhos. Isso nos faz acreditar em uma nova geração de pessoas independentes financeiramente, mais realizadas e felizes”.

A educação financeira não se restringe apenas aos alunos. Os professores são capacitados para dominar e então disseminar o tema, e também os pais assistem palestras e têm acesso a cursos online gratuitos. Dessa forma, a mudança comportamental é trabalhada em toda a comunidade.

Famílias são beneficiadas

É especialmente por conta dos resultados positivos sentidos nos lares que vem crescendo o número de escolas em todo o país que adotam o Programa DSOP Educação Financeira nas Escolas. Pesquisa indica que 100% das crianças e jovens que recebem educação financeira na escola participam das discussões relacionadas às finanças da família em casa.
Esse é um dos dados da 1ª Pesquisa de Educação Financeira nas Escolas, realizada em parceria entre o Instituto de Economia da UNICAMP, por seu Núcleo de Economia Industrial e da Tecnologia (NEIT), o Instituto Axxus e a Abefin.

Ela também aponta que a grande maioria (71%) dos alunos que têm aulas sobre o tema nas escolas ajudam os pais a fazerem compras conscientes. A pesquisa foi relaizada com 750 pais/responsáveis de cinco capitais brasileiras, Recife, São Paulo, Rio de Janeiro, Goiânia e Vitória.

Compartilhe nas Redes Sociais:

Fonte: Jornal Dia a Dia


Leia também

Motivos que levam ao endividamento

Dívidas, dívidas e mais dívidas. As pendências financeiras mensais, como parcelas do cartão de crédito e os pagamentos dos financiamentos, estão entre os principais problemas dos consumidores, quando o assunto é orçamento. A grande questão é: por que as pessoas ...

Dicas para o seu planejamento financeiro pessoal

É comum as pessoas argumentarem: É impossível que eu saiba fazer um planejamento financeiro pessoal, já que não estudei administração, gestão, nem finanças! Afirmativa convincente. Realmente parece improvável que você consiga estruturar um planejamento possível de ser executado sem nunca ter estudado ...

Conheça 7 produtos para comprar em grande quantidade e economizar

Em alguns casos, dá para economizar nas compras mais comuns adquirindo produtos em pacotes maiores.SÃO PAULO - Alguns produtos, como milho para pipoca e até ração para animais são vendidos a granel e podem custar mais barato quando são comprados ...

Está para se aposentar? Saiba como organizar suas finanças

Fazer uma agenda de despesas e um diagnóstico do padrão de vida pode ajudar a ter uma aposentadoria tranquila, sem depender do humor dos filhosO dia da aposentadoria está se aproximando e, com ele, a liberdade para fazer o que ...

A ausência da educação financeira e o alto estresse causado pelas dívidas

Uma pessoa endividada muitas vezes não tem consciência de como a falta de planejamento financeiro e a ausência de uma vida financeira equilibrada poderá influenciar em sua vida. O primeiro sintoma do excesso de dívida é o alto estresse causado pelas ...