Entenda como funciona o PIX, novo sistema de pagamento disponível em seu banco

Entenda como funciona o PIX, novo sistema de pagamento disponível em seu banco

Você já deve ter ouvido falar do PIX, certo? Se ainda não entendeu exatamente como ele funciona, a gente te explica. Segue lendo o texto até o final que você irá entender o básico sobre essa novidade que chegou para agilizar suas transações financeiras. Sem enrolação, vamos lá!

O PIX é um novo sistema de pagamentos desenvolvido pelo Banco Central do Brasil. O sistema PIX funciona como um meio de pagamento entre pessoas físicas, entre pessoas e empresas e até para pagamentos de contas para o poder público, como impostos e taxas. Por meio desse sistema, as compras e transferências que você realizar ocorrem na hora, elas são confirmadas em no máximo 10 segundos. E o melhor é que o sistema funciona 24 horas por dia, todos os dias da semana, inclusive feriados. É isso mesmo, com o PIX você consegue transferir dinheiro e fazer pagamentos a qualquer hora e em qualquer dia. Para pessoas físicas, o sistema é 100% gratuito.

Diferentemente do sistema tradicional, com as transferências por TED e DOC (que continuarão operando para quem preferir) em que as operações só se confirmam em dias úteis e horários específicos, o PIX nunca dorme. Os comerciantes que negociam seus produtos ou serviços e recebem pagamento via PIX também recebem o dinheiro na hora.

A utilização do PIX não é obrigatória, mas para você ativá-lo, basta solicitar via aplicativo para celular ou Internet Banking a sua chave PIX. Depois de aprovada, na hora de fazer transferências ou pagamentos basta escolher a opção PIX e pronto. Você pode ativar a chave em até cinco instituições bancárias diferentes, desde que, em cada uma, a chave também seja diferente. Ou seja, para cada banco, uma “identidade pessoal” PIX. É a sua chave que você irá enviar para quem precisar transferir dinheiro para sua conta. Muito melhor do que enviar todos os dados da conta, né? Além disso, as transferências feitas via PIX podem ser feitas entre instituições bancárias diferentes e também são gratuitas.

Ah, para finalizar, um recadinho importante. De acordo com o Banco Central, o sistema é totalmente seguro. Mas mesmo assim, sempre tem uns espertinhos tentando aproveitar a novidade para aplicarem golpes nas pessoas. Então, a regra é: nunca envie informações pessoais contendo seus dados bancários para canais não oficiais do banco que você utiliza. Os bancos e as demais instituições financeiras nunca solicitam essas informações fora dos seus canais oficiais.

E aí, entendeu agora como funciona o PIX? Se você gostou do nosso conteúdo, compartilhe nas suas redes sociais e divida com seus contatos o que aprendeu com o texto. E se tiver interesse em saber mais sobre algum tema específico que ainda não abordamos, manda pra gente.

Até o próximo post!

Siga o Programa A Escolha Certa nas redes sociais. Estamos no Facebook e no Instagram

Instagram
.