size_810_16_9_ina_emp

Se vocêé costuma acompanhar o que está acontecendo no mundo, já deve ter ouvido muita gente falando sobre a cotação do dé lar. Parece um assunto que nunca se esgota, não é mesmo?

De certa forma, não. Mesmo que muitos cidadãos não entendam como a economia mundial funciona, eles ainda são influenciados por ela. Quando o dé lar sobe muito, o pre o de mercadoria importada, como o trigo usado para fazer o pão francé s, por exemplo, também fica mais caro.

Mas, isso leva a uma pergunta: por que o dé lar sobe ou desce em determinado momento? Existem vé rias respostas, é vezes mais de uma. Hé alguns fatores que podem influenciar a cotação da moeda e alertar para uma queda ou aumento dos pre os. é assim que os investidores tiram seus lucros.

Para te ajudar a entender o esquema, trouxemos aqui 4 fatores que mexem na cotação do dé lar. Confira!

 

1. Crises internacionais

Não faz sentido pensar que aé economiaé de um país grande, seja ele o Brasil, a Alemanha ou a China, não tem influé ncia alguma no resto do mundo. O isolamento econé mico não está mais entre nós . Por isso que você vé e ainda veré muitas noté cias sobre outros países passando por crises economicas: pois saber disso aqui é importante para a nossa economia.

O Brasil tem pessoas investindo em outros lugares, assim como recebemos investidores internacionais. No momento em que algum país entra em crise, os investimentos ficam menos interessantes, levando todo esse capital a ser remanejado. Por isso, quando a Gré cia teve sua crise, o mundo sentiu o efeito, em maior ou menor grau.

2. Economia dos EUA

é impossé vel pensar a cotação do dé lar sem pensar nos Estados Unidos. Mesmo que nem todos gostem de admitir, esse é o país mais poderoso em termos de economia. Ora, para come ar, a moeda americana o paré metro de comparação entre todas as outras.

Antigamente, o ouro era o padrão, ou seja, cada X unidades da moeda equivaliam a uma oné a de ouro (é uma unidade de peso, pouco menos de 30 gramas). Depois de uma sé rie de mudanças na economia mundial, o dé laré passou a ser aquela já oné a de ouro já . Apé essa alteração, o valor de todas as moedas do mundo passou a ser atrelado ao dé lar, que continua sendo a mais negociada. E se ele cai ou sobe, é prové vel que muitas outras acompanhem o ritmo.

3. Flutuação do cé mbio

Você já deve saber mais ou menos como isso funciona. Um real equivale a X dé lares, Y euros, etc. Be, o nome disso é taxa de cé mbio: a propor o de uma moeda que você precisa para conseguir outra.

Mas, quando falamos que aé cotaçãoé do dé lar e do real envolve um cé mbio flutuante, isso significa que a relação de valor entre a moeda americana e a brasileira não é determinada por algué m especé fico ou pelo governo. O movimento do mercado, a oferta e procura, determina o valor. Por isso que uma moeda muito negociada costuma ter valor mais alto.

4. Aversão ao risco

Esse é um pouco mais complicado, já que depende da opinié o pé blica. Você deve ter notado que sempre que um governante novo ou de uma base diferente é eleito (Obama, Lula, Temer, Trump) a economia balané a um pouco? Isso é resultado dosé investidores correndo para um lugar seguroaté terem certeza do que vai acontecer.

Quando um governo novo chega, pode ser que toda a diné mica de investimentos pé blicos se altere, o que gera um risco na economia. Por consequé ncia, a moeda local come a a ser trocada por outras, mas principalmente pelo dé lar. Essa saé daé de investidores, consequentemente, afeta a cotação, mesmo que por um período pontual.

Agora você entende alguns dos fatores que podem mexer com a cotação do dé lar ao redor do mundo. Se você quiser continuar acompanhando nossas informações, assine nossa newsletter e fique sempre por dentro de nossas novidades.

Compartilhe nas Redes Sociais:

Fonte: Guia Bolso


Leia também