Eu prefiro gastar, mas, economizar e preciso

Eu prefiro gastar, mas, economizar e preciso

MOEDA62- SAO PAULO 19/10/2005 OE ECO- Foto ilustrativa de moedas de um real, para o caderno investimento.foto: Marcos Mendes/AE

O seu perfil é poupador ou gastador? E seu eu disser que você pode ser os dois!

Quem já não comprou por impulso ou fez uma promessa que guardaria dinheiro na poupané a, e não conseguiu poupar! é muito comum ouvir isto. Não é ?

Eu também não conseguia. Sempre com a mesma desculpa. já Mas não sobra! já .

Comecei a trabalhar aos 15 anos de idade e na é poca minha educação financeira era pautado de um é nico princé pio já Não faé a dívidas! já , palavras sempre pronunciadas pela minha mé e. Podia ser um bom conselho, mas, era pouco para um jovem que queria buscar sua independé ncia financeira familiar.

Então após o primeiro pagamento o que fazer com o dinheiro? Naquela é poca não tinha muita escolha com inflação nas alturas (na faixa de 40% a 60% ao mês) o dinheiro perdia o seu valor apenas segurando nas mé os a cada minuto. é claro tinha a op o de poupar, mas, preferia gastar.

Então um garoto de 15 anos com sede de conquistar o mundo sé pensou em conquistar desejos materiais. Infelizmente!

Apesar de não ter a educação financeira ideal segui o lema da minha mé e e não me envolver em dívidas. Mas, não era o suficiente.

Sé a satisfação em comprar deixava uma lacuna é em toda essa razé o de trabalho e renda. E como gastava todo o salário que recebia, em muito pouco tempo, logo ficava sem grana. Assim, passava o resto do mês de cabe a baixa, não porque estava desanimado, mas, para ver se achava algum trocado caé do no ché o.

Este período foi torturador e perdurou por muito tempo até metade da faculdade.

Durante a faculdade fui conhecendo alguns conceitos e pensadores que descreviam a sua relação com dinheiro. Pesquisas sobre satisfação dos funcioné rios colocavam a renda como sendo o 5é ou 6é requisito para se tornar feliz no emprego. E eu sempre pensando em buscar o emprego que melhor pagasse, e realmente, depois percebi muito bem este sentimento com relação ao dinheiro (mas isto é outra histé ria).

E não foi fácil pagar os estudos, materiais, cé pias, livros e etc já Mas, com um objetivo em mente. Então o meu primeiro lema foi que NUNCA MAIS FICARIA SEM DINHEIRO. Decidi pautar os meus gastos em objetivos e já conseguia com muito esforé o seguir este lema.

Cada pessoa pode passar por dificuldades no início, principalmente no período de faculdade. Mas, gostaria de dizer que a sua relação com o dinheiro, entre gastar ou economizar, deve ser revista no início do processo, no início do seu esforé o em trabalhar e ter uma renda. Não irei falar em apenas guardar dinheiro e que você deve economizar para pensar na aposentadoria ou para ficar rico. O meu objetivo aqui é mostrar que você pode ter uma relação mais amigé vel com o dinheiro do que ficar correndo atrês e ficando desesperado todo mês.

Então vamos come ar assim. Você controla suas contas com uma planilha ou cardeninho? Você tem alguma reserva financeira? Sé não me diga que você até queria economizar, mas, não sobra.

Esta é a desculpa que mais oué o. E a minha primeira DICA é FA A SOBRAR.

Poderia dizer que ter dinheiro guardado é tão importante quanto pagar conta de é gua ou luz. Sendo uma obrigação que você não deve deixar faltar. Podemos dizer que é o mesmo compromisso que você tem com seus credores seria ter com você mesmo.

Vamos lé .

Primeira relação que você deve ter com o dinheiro é construir a sua reserva e não deixar como última op o. O é que muitas pessoas fazem de errado no seu controle financeiro é deixar para poupar no final do mês, depois de ter pago todas as contas. A está UM dos erros.

Ver se sobra. Se sobrar eu guardo. Até sobrou, mas, vou no show de Zezé . é neste sentido que falo em repensar a relação entre dinheiro, gastar e consumir.

Este assunto pode entrar em outros temas, como o MINDSET do dinheiro, objetivos pessoais, metas financeiras, controle financeiro, poré, para não nos alongarmos pense nas seguintes perguntas e responda:

Todas estas questões estão relacionadas ao modo como trata o dinheiro e o objetivo que da pra ele. Esta relação se torna melhor quando você sabe onde está gastando os seus recursos e como deve planejar estes gastos. Isto mesmo COMO PLANEJAR OS GASTOS.

Comece assim. Realize um levantamento de todas as suas contas a pagar e por grau de importância, como:

Você terá a real não é o como o seu dinheiro está sendo gasto. A partir deste levamento crie uma planilha separe as contas por tipo e vencimento ao longo dos meses, diminua ao final estes valores da sua renda, assim, você saberé mês a mês qual é o resultado final. Despesas menos a sua renda é igual ao resultado, ou sobra ou está devedor (Opa! Daé temos um problema já a resolver para colocar esta saldo no positivo).

A relação com o dinheiro come a a ser amigé vel quando você come a a planejar primeiro antes de gastar.


E como se faz para sobrar?

Para fazer sobrar e guardar dinheiro você deve ter uma disciplina, cultivar na sua mente que o dinheiro é uma recompensa pelo seu esforé o, que sem ele não fazemos muita coisa, então trace objetivos.

Pense da seguinte maneiro, o dinheiro é um bem precioso e não deve se desfazer dele tão cedo, e reflita, quanto mais tiver, mais será o suas realizações.

Minha DICA é iniciar guardando 10% da sua renda (ou do casal). Coloque isto como sendo um compromisso inadié vel, o seu dé zimo, a sua contribui o para o seu mundo, mas, para isto, separe logo após receber do salário. Outra DICA abra uma conta poupané a, programe uma data já no início do mês, com um depé sito automé tico facilita a sua vida e não deixa cair na tentação de guardar sé mais tarde.

Planejar uma reserva financeira é o mesmo que guardar para uma viagem de fé rias, ou para trocar de carro, comprar uma moto, comprar um casa. A mesma forma que você deve planejar suas despesas deve possuir suas reservas destinadas. Se colocar tudo em um bolo sé, não dé certo. Vai tudo na viage, ou vai tudo no carro novo. Ter uma reserva para emergé ncia é primordial para sua saúde financeira e mental. Pois, ficar correndo atrês de dinheiro para conseguir pagar as contas não é nada legal.

“Mas eu não posso guardar dinheiro agora!”

Para iniciar a sua reserva, primeiro faé a seu PLANEJAMENTO FINANCEIRO, liste os compromissos com credores, despesas mensais e a sua renda. Antes de poupar seu dinheiro honre suas dívidas. E defina na sua planilha financeira quando irá iniciar os depé sitos e já inclua este compromisso para os próximos meses. Lembre-se inicie com 10%.

Guardar dinheiro não é fácil quando você não traé a um objetivo para ele. Por isto sempre faé o a pergunta primeiro, PRA QUE EU IREI GUARDAR DINHEIRO?

Guardar por guardar você acabaré gastando com o primeiro desejo de impulso em comprar algo. Mas, se você traé ar um objetivo sobre o quanto deve guardar e para que cada fundo eu irei aplicar, exemplo minha renda é de R$ 2.000,00 x 10% = 200,00(valores ficté cios):

E por aé vai. Para ter uma não é o melhor quanto poupar para cada projeto faé a uma proje é o com cé lculos financeiros e assim você saberé a real necessidade de dinheiro para cada projeto.