Finanças pessoais em 2017: planejamento e orçamento mensal diferente

Finanças pessoais em 2017: planejamento e orçamento mensal diferente

64247

Para ter tranquilidade financeira em 2017, é preciso organizar as finanças e traé ar um planejamento que priorize os objetivos e sonhos e considere também os gastos já previstos. Em seguida, é indicado um planejamentomensal diferente, que priorize as metas e não as despesas.

De acordo com o educador financeiro presidente da Associação Brasileira de Educadores Financeiros (Abefin), Reinaldo Domingos, a maioria das despesas anuais são recorrentes, ou seja, acontecem todos os anos, e podem ser previstas. “Recomendo que coloque as finanças em ordem agora, fazendo um planejamento para o ano inteiro de 2017. é possé vel prever os gastos com datas comemorativas já aniversérios, fé rias, Pé scoa etc. já e de pagamento de impostos e taxas já IPTU, IPVA, matré culas já para, quando chegar o momento de pagar, não ficar no sufoco”, orienta.

O ideal é se organizar para poupar dinheiro mensalmente, garantindo a possibilidade de pagar é vista e com desconto. é preciso també, pensar em uma reserva financeira, para situações emergenciais. Além dos gastos, é imprescindé vel colocar no papel os objetivos, sonhos que a pessoa e a família desejam realizar, incluindo as crianças.

A orientação é estabelecer no mínimo três sonhos, um de curto prazo (a ser realizado nos próximos doze meses para adultos e no próximo mês para crianças), outro de médio prazo (entre um e dez anos para adultos e entre um e seis meses para crianças) e um último de longo prazo (a ser realizado a partir de dez anos para adultos e a partir de seis meses para crianças). Caso ainda não faé a, considere iniciar a mesada em 2017, pois é uma importante ferramenta de educação financeira.

Em seguida, é vé lido come ar a praticar um novo planejamentofinanceiro, que priorize os sonhos e não as despesas. Ao invé de fazer Ganhos (-) Gastos = Lucro/Prejué zo, faé a Ganhos (-) Sonhos (-) Gastos. De acordo com Domingos, é preciso mudar para que a situação melhore. “Não adianta agir da mesma maneira sempre, esperando que as coisas mudem por si sé . Somente se come armos a mudar nosso jeito de agir é que poderemos ter um ano diferente, com menos endividamento e preocupações e mais realizações de vida”, lembra.

Para diminuir as despesas e poupar dinheiro em 2017, é indicado fazer um diagnóstico financeiro, ou seja, anotar durante 30 dias todos os gastos, separando por categoria (alimentação, transporte, vestué rio, educação, guloseimas, etc.) e verificar quais pode diminuir ou eliminar para ter condié ões de poupar para os sonhos. Antes de comprar algo, pergunte-se se precisa mesmo naquele momento e se tem condié ões de pagar é vista.

Conhe a quatro passos para melhorar sua situação em 2017, com educação financeira:

– Diagnosticar: saber para onde vai cada centavo do dinheiro, separando por categorias, para ter uma visão ampla e ao mesmo tempo minuciosa dos gastos, podendo diminui-los ou até corté -los;

– Sonhar: ter objetivos de vida, pelo menos três , de curto, médio e longo prazo, e saber quanto cada um custa e quanto poderé poupar por mês para realizé -los;

– Oré ar: praticar um tipo de planejamentofinanceiro que priorize esses sonhos e não as despesas comuns do dia a dia. Assim que retirar o dinheiro necessério para a realização dos sonhos, viver com o que sobrar, adequando o padrão de vida;

– Poupar: adquirir o hábito de poupar antes de comprar, pois assim é possé vel economizar e evita comprometer o planejamentocom parcelas que podem desequilibrar as finanças, minando as possibilidades de se ter um ano de mais realizações.