Gastando antes dos 30

Para muitos jovens, o principal objetivo é estudar, se formar na faculdade, trabalhar e conquistar certa independência financeira para transformar metas em realidade.

Os desejos geralmente variam bastante: de um guarda roupa novo e aparelhos tecnológicos até uma viagem tipo “mochilão” por diversos países, concluir um curso superior, estudar fora, a compra do carro ou da primeira casa. Ou todos eles juntos, por que não?

Afinal, para realizar objetivos, basta planejar o dinheiro!

Passo a passo: realizando sonhos

1. Defina o tempo
Dê um prazo para cada meta: curto, médio e longo prazo, considerando o custo do objetivo e a sua situação financeira do momento. Lembre-se que é possível considerar curto prazo como alguns meses, médio prazo como de um a cinco anos e longo prazo, acima de cinco anos.

É importante ter isso bem claro no seu planejamento, pois o seu dinheiro para gastos comuns do dia a dia será afetado por esse objetivo.

2. Escolha a estratégia
Dependendo da relação custo x prazo definido, veja como irá organizar o dinheiro para atingir o objetivo. Vale analisar os produtos financeiros, que geralmente ajudam bastante nesta etapa. Exemplos: caderneta de poupança, Certificado de Depósito Bancário (CDB), Tesouro Direto, etc.

Conheça mais detalhes sobre tipos de investimentos na nossa matéria: http://www.meubolsoemdia.com.br/pagina/tipos-de-investimentos.

3. Foco no objetivo
Ajuste o seu planejamento de gastos para que o seu sonho não desequilibre a sua conta mensal. Nessa hora, vale analisar o seu padrão de vida, os seus gastos do momento e os outros projetos de vida.

4. Tenha um plano B
Analise as possíveis maneiras de usar bem o seu dinheiro, considerando as alternativas financeiras caso algo saia do planejado. Por exemplo: vale a pena gastar toda a poupança feita em um mochilão para outro País? Dependendo do tempo, vale usar uma linha de crédito?

Tudo depende da sua situação do bolso no momento, dos gastos, dos outros planos e do prazo que você se deu para realizar o objetivo. Se der errado, não desista! Avalie onde foi que o planejamento falhou e volte a se organizar de novo.

Sem pressão
Muitos jovens se cobram metas e, ao chegar aos 30 anos, sentem-se frustrados por não terem realizado algo que sonhavam. Lembre-se que imprevistos acontecem e não se cobre tanto. Nunca é tarde pra recomeçar ou planejar melhor gastos e sonhos.