Autor: Suze Orman
Editora: NOVA FRONTEIRA

A tripla jornada é um obstáculo que a mulher moderna já superou, conseguindo administrar com 7014501SZsucesso a vida profissional, a casa e os filhos. Mas ainda há muito a ser conquistado.

Não é raro encontrar mulheres brilhantes em todos esses aspectos que, no entanto, são um desastre quando o assunto é dinheiro. Ainda falta confiança para pedir um aumento ao chefe, organização para deixar de acumular dívidas e experiência para planejar de modo efetivo a aposentadoria. E não há um perfil específico para justificar o fracasso com as finanças: a dificuldade em administrar os próprios bens é recorrente entre solteiras, casadas, recasadas, viúvas…

Compartilhe nas Redes Sociais:

Leia também

Mitos e seguros de carros: se pode economizar no seguro?

São muitas as vantagens atualmente para quem realmente pesquisa todos os valores e benefícios oferecidos pelas segurados no mercado nacional.Muitas pessoas se perguntam sobre os mitos de economizar no seguro de carro. Não é um mito e sim uma realidade. ...

Comissão do Programa A Escolha Certa se re ne

A equipe responsável pelo programa de educação financeira e previdencié ria A Escolha Certa, formada por representantes das entidades que compé em a Associação Catarinense das Entidades de Previdência Complementar (ASCPrev), se reuniu no dia 18 de novembro. O encontro, ...

Quem Não Sonha Com Sombra e é gua Fresca?

Na correria de todos os dias, trabalho a ser feito, família para cuidar, contas para pagar, casa, estudos e tantos outros motivos que levam uma pessoa a acordar pela manhé, assuntos de como cuidar do futuro, parece não ter espaís ...

Li es de educação financeira com a festa de casamento

Não dá para negar, o CASAMENTO é um dos fatos mais importantes de nossa vida, e por isso é sempre muito festejada. O dia do matrimônio é geralmente marcado por uma celebração religiosa, seguido por uma grande festa onde a ...

Endividados estão otimistas, mas ainda não são educados financeiramente

 De acordo com a Pesquisa Nacional de Endividamento e Inadimplência do Consumidor (Peic), em março, a porcentagem de endividados atingiu 61%, ou seja, 1,7% menor do que em fevereiro e 0,2% menor quando comparada ao mesmo período do ano passado. ...