20160113-dinheirama-casal-financas

A sociedade de consumo faz com que boa parte da sociedade esteja sempre buscando comprar novas coisas. Entretanto, é preciso ter algumas metas de finanças para que você consiga ter um maior sucesso financeiro em sua vida. Na hora de pensar em economia, logo o que vem à mente da grande maioria das pessoas é justamente o aperto e a falta de dinheiro. Entretanto, se você sabe economizar com qualidade, poderá fazer as coisas que mais ama sem precisar fazer muitos esforços.

As metas financeiras são conhecidas como grandes pilares de formação de um homem. Por isso, nada melhor do que se planejar para ter uma vida tranquila e sem passar por apertos financeiros em seu dia a dia. Pense nas metas financeiras como algo muito bom para a sua vida. Acompanhe a seguir algumas metas importantes para que você consiga atingir os seus objetivos com mais facilidade e sem sofrer muito. Saiba mais sobre como lidar com o seu próprio dinheiro.

Estabelecendo metas financeiras

Lidar com o seu dinheiro nem sempre é uma tarefa muito simples. Por isso, é preciso que você tenha sempre em mente as suas metas. Infelizmente, finanças pessoais ainda não é uma matéria muito estudada na escola ou mesmo na faculdade, e justamente por isso você pode estar − com razão − perdido sobre como gerenciar seu dinheiro quando você começa a tomar sobre si suas responsabilidades de adulto.

Para ajudar você com isso, vamos passar algumas metas para você seguir e entender sobre dinheiro se você quer viver uma vida próspera e confortável.

Aprenda a ter autocontrole

Se você tiver sorte, seus pais o ensinaram essa habilidade quando você era menor. Se não, tenha em mente que quanto mais cedo você aprender a bela arte de retardar gratificações (comprar coisas desnecessárias, mas que você quer), mais cedo você achará fácil manter suas finanças em ordem. Apesar de que você pode facilmente comprar um item no cartão de crédito na hora que quiser, é melhor esperar até que você tenha realmente algum dinheiro guardado.

Tome controle do seu próprio futuro financeiro

Se você não aprende a gerenciar seu próprio dinheiro, outras pessoas encontrarão formas de gerenciá-lo mal por você. Ao invés de confiar em outros por conselhos, assuma o controle e leia alguns livros básicos sobre finanças pessoais. Uma vez que você esteja armado com conhecimento de finanças pessoais, não deixe ninguém pegar você desprevenido − mesmo que seja alguém que você ama que aos poucos diminui os sifões de sua conta bancária ou amigos que querem sair e gastar muito dinheiro todo final de semana.

Saiba para onde seu dinheiro vai

Uma vez que você lê alguns poucos livros sobre finanças pessoais, você perceberá o quão importante é ter certeza que suas despesas não estão excedendo sua renda. A melhor maneira de fazer isso é através de um orçamento. Assim que você notar sua reserva crescer ao longo do mês, você perceberá que fazer pequenas e manejáveis mudanças nas suas despesas diárias pode ter um impacto tão grande na sua situação financeira como se você tivesse recebido um aumento.

Comece um fundo de emergência

Não importa o quanto você deva de mensalidade na faculdade ou no cartão de crédito, e não importa quão baixo seu salário possa parecer, é sábio encontrar um valor − qualquer valor − de dinheiro no seu orçamento para guardar num fundo de emergência a cada mês. Ter dinheiro guardado para usar em emergências pode realmente manter você fora de problemas financeiros e ajudar você a dormir melhor de noite.

Guarde para a sua saúde

Se encontrar um plano de saúde mensal cabível na sua renda parece impossível, o que você irá fazer se você precisar ir para a sala de emergência, onde uma simples visita por um problema como um osso quebrado pode custar muito caro? Se você não tem plano de saúde, não espere outro dia para aplicar seu dinheiro por um; é mais fácil do que você pensa acabar num acidente de carro ou cair de escadas, no fim você agradecerá por ter esse cuidado com sua saúde.

Pontos finais

Agora que você já sabe um pouco mais sobre as metas financeiras, não deixe de colocar em prática as coisas que aprendeu. Tenha sempre uma boa economia em sua poupança. Lembre-se, você não precisa de certificados chiques ou qualquer experiência para se tornar um expert em gerenciar suas finanças.

Compartilhe nas Redes Sociais:

Fonte: Gravatta


Leia também