O que são fundos de pensão?

São entidades fechadas de previdência, organizadas por empresas ou grupos de empresas, com o objetivo de realizar investimentos para garantir uma complementação da aposentadoria aos empregados que aderirem ao plano. O dinheiro investido forma um patrimônio que é aplicado em imóveis, ações e renda fixa, dentro de limites estabelecidos pelo Banco Central. Quando o empregado se aposenta, passa a receber o benefício mensalmente. Se sai da empresa, tem direito de retirar a parte que contribuiu.

 

Quais as vantagens de entrar para um fundo de pensão? O participante de um fundo pode deduzir até 12% de sua renda tributável. Para a empresa que contribui, a vantagem é que ela pode descontar até 20% das receitas operacionais. Nesse tipo de fundo, normalmente as taxas de administração e carregamento são menores do que se optasse por um fundo individual. Outro ponto positivo é que a contribuição já é descontada mensalmente do salário, o que facilita a vida do investidor indisciplinado.

Quais as desvantagens de entrar para um fundo de pensão? É um investimento de baixa liquidez, já que só é possível resgatar os recursos do fundo com antecedência quando você sai da empresa ou é demitido por ela.
 

Quais os riscos do investimento em um fundo de pensão? O maior risco é de que o fundo não consiga fazer o pagamento do benefício. Por isso, é importante acompanhar as informações de investimentos que o gestor do fundo é obrigado a enviar trimestralmente. A lei obriga a que esses fundos publiquem anualmente balanços

Como ingressar em um fundo de pensão? Se a empresa em que você trabalhar oferecer esse benefício, procure o departamento de Recursos Humanos. A contribuição mensal será feita por desconto na folha de pagamentos e vai depender da forma como o plano é feito. Se for por benefício definido, a contribuição pode variar para atingir o valor que você quer receber. Se for um plano tipo contribuição definida, a contribuição será sempre a mesma, a menos que você deseje alterá-la.
 

Como a empresa contribui para os fundos de pensão? Normalmente, as empresas contribuem com uma parte igual à do funcionário. Em outras vezes, a empresa apenas negocia taxas melhores para os funcionários, sem contribuir para o fundo.

Qual o órgão que regulamenta meu fundo de pensão? A Secretaria de Previdência Complementar, que é o órgão fiscalizador dos fundos de pensão, subordinado ao Ministério da Previdência e Assistência Social.