Orçamento familiar: descubra a importância de definir objetivos

Orçamento familiar: descubra a importância de definir objetivos

Definir o orçamento familiar é o primeiro passo para a poupança. Ao identificar os rendimentos e as despesas vai poder determinar o saldo entre o que ganha e o que gasta. A partir daí, será mais fácil controlar as suas despesas correntes e perceber se há margem para tomar algumas decisões financeiras importantes, como comprar casa, investir ou preparar a reforma.

Um princípio a ter em conta na hora de poupar são os seus objetivos de poupança. Quer poupar para comprar um carro? Dar entrada numa casa? Viajar? Depois de definir claramente os seus objetivos, deve orientar o seu orçamento em função deles. Deve fazê-lo controlando as suas finanças pessoais e modo a poder juntar a quantia de que necessita. O ideal seria conseguir poupar pelo menos 10% do rendimento do agregado familiar mensal.

Lembre-se também de que deve pôr algum dinheiro de parte para salvaguardar que tem dinheiro a onde pode recorrer em caso de situações imprevistas que podem levar a um aumento das despesas ou à redução de rendimentos pessoais. A poupança deve igualmente ser feita para acumular fundos para a reforma, que lhe dará mais garantias em relação ao seu futuro.