Riqueza de verdade e acumular experié ncias (e lembran as), não apenas dinheiro
30/11/15

Riqueza de verdade e acumular experié ncias (e lembran as), não apenas dinheiro

20151118-dinheirama-experienciasEsse artigo não traz uma lista prática do que fazer (ou não) e nem tampouco tem o objetivo de oferecer um manual para ensinar o destino que você deve dar ao seu dinheiro. Afinal, a decisão é sua.

Este texto é um convite. Um convite para fazer uma reflexé o pessoal sobre como estamos lidando com o dinheiro no nosso dia a dia. Antes de come ar, convido você a puxar pela memé ria três lembrané as boas que te vem é cabe a neste instante. Pensou?

Tenho certeza que as lembrané as que você teve agora não estão centradas em coisas, objetos, mas sim em experié ncias. Pode ser o dia do casamento, o nascimento de um filho ou aquela viagem inesquecé vel em que você se emocionou ao ver um monumento histórico, um quadro ou uma paisagem que sé conhecia por fotos.

As melhores lembrané as que temos, em quase todos os casos, não estão ligados ao dia em que você comprou aquela bolsa cara, ou quando saiu da loja com um celular novo, ou do shopping cheio de sacolas depois de mergulhar em uma liquidação.

E tudo isso que falei acima não é sem fundamento. Um pesquisador e psicé logo da Universidade de Cornel, nos Estados Unidos, Dr. Thomas Gilovich, tem estudado a relação entre felicidade e dinheiro hé mais de 20 anos.

De acordo com a sua pesquisa, a conclusão é que um dos maiores inimigos da felicidade é a adaptação ou, se preferir, o tal já se acostumar já . Ou seja, quando compramos uma coisa, ficamos felizes, pois conquistamos algo que gostaré amos, mas apenas por um determinado tempo.

Isso porque o que é material passa a fazer parte do dia a dia, é duradouro e se torna mais um item em nossas vidas. é mais uma coisa material que adaptamos aos nossos hábitos. Logo, fica sem graé a.

Leitura recomendada: 4 hábitos essenciais para gerar riqueza e atingir o sucesso desejado

Gaste mais com experié ncias (essas sim são duradouras)

O Dr. Gilovich recomenda que gastemos mais tempo e dinheiro com experié ncias, tais como ir a exposições, fazer atividades ao ar livre, aprender algo novo e, claro, viajar. Compilei aqui bons motivos para você entender porque dedicar mais tempo a esses momentos é tão importante. Acompanhe:

1. A experié ncia é sua e ningué m tira

Artigos materiais estão ali, podem quebrar, deixar de funcionar e não fazem parte de você. Já as experié ncias são suas e fazem parte de quem você é . Além disso, elas influenciam em novas atitudes, formas de pensar, comportamento e, claro, no conhecimento.

2. Experié ncia é o que conecta (de verdade) pessoas e alimenta os relacionamentos

Apesar de hoje em dia ficarmos na mesa de um restaurante conversando ao mesmo tempo em que enviamos uma mensagem no Whastapp (ou olhando o Facebook), o que estamos fazendo nesses dois ambientes, virtual e real? Trocando, compartilhando e consumindo experié ncias. Seja a foto do jantar, um post sobre polé tica ou o vé deo do cachorro.

3. O tempo passa, as coisas vé o, mas a histé ria fica

O seu dinheiro não é infinito (e nem o seu tempo), por isso saiba usé -lo para ter em troca boas experié ncias, sensações, sejam elas um sabor novo, admirar um quadro de um renomado artista, levar seu sobrinho para ver aquela banda que ele adora, fazer aulas de tânis ou simples ler um bom livro.

Leitura recomendada: 5 atitudes para ter mais qualidade de vida e riqueza

5 atitudes para ter mais qualidade de vida e riqueza
5 atitudes para ter mais qualidade de vida e riqueza

Viagens são inesquecé veis

E antes de gastar dinheiro com coisas, considere planejar uma pré xima aventura, descobrir um lugar novo e ter mais uma nova experié ncia já e não precisa ser em outro país! E se você precisa de um empurré o para a sua pré xima viagem ou não vé tantos motivos assim sobre porque é tão importante viajar, listo algumas boas razões abaixo:

O mundo é muito grande para você deixar de exploré -lo

O tempo é curto, temos muitas obrigações e poucas fé rias. No final das contas, o que ficam são boas histé rias para contar, boas risadas, sensações e satisfação de ter aproveitado o tempo que passamos acumulando lembrané as felizes e não coisas.

Por isso, por que não se planejar para o próximo destino? Não precisa ser uma viagem para um outro país. Hé muito para se descobrir ao nosso redor. E a dica é olhar para os lugares em que estamos com a visão de um turista. Tente fazer isso e você vai descobrir quantos lugares interessantes estão ao se alcance.

Se você tem uma renda mensal, por mais que tenha muitas contas para pagar, dé sim para viajar.é Basta fazer um bom planejamento financeiro e aproveitar a vida!