Quem ingressar no serviço público federal a partir de fevereiro do próximo ano estará sob o novo regime de previdência complementar da Fundação de Previdência Complementar do Servidor Público Federal (Funpresp). A informação foi dada pela ministra do Planejamento, Miriam Belchior, após reunião com o presidente da Câmara, deputado Marco Maia, para tratar do assunto. Segundo a ministra, agora que o Estatuto da Funpresp já foi aprovado pela Superintendência Nacional de Previdência Complementar (Previc), o governo está trabalhando na elaboração do plano de benefícios para os servidores, com o objetivo de viabilizar o funcionamento do novo sistema de previdência já no início de 2013. A ministra também adiantou que o Executivo, Legislativo e Ministério Público  terão um fundo conjunto de previdência para o seus novos servidores. Já o Judiciário terá o seu próprio fundo.

 

O regime de previdência complementar para servidores públicos federais foi instituído pela Lei 12.618, de 30 de abril de 2012. Entre outros pontos, a norma acaba com a aposentadoria integral para novos servidores públicos federais, estabelecendo como limite para aposentados o teto do Regime Geral da Previdência. Para complementar essas aposentadorias, a mesma lei autoriza a criação do Funpresp-Exe e instituições equivalentes para os servidores do Judiciário e Legislativo. A entidade irá administrar planos de benefícios previdenciários para complementar as aposentadorias e pensões concedidas pelo regime de Previdência da União a novos servidores federais. O Decreto 7.808 que cria a Funpresp-Exe estabelece que a entidade deverá começar a funcionar em até 240 dias após a autorização do Ministério do Planejamento, ao qual está vinculada. E permite a participação de funcionários de órgãos do Judiciário e do Legislativo, mediante convênio e patrocínio. As regras da aposentadoria complementar passaram a valer após a sanção da Lei 12.618.

Compartilhe nas Redes Sociais:

Fonte: Ag


Leia também

Cinema: dinheiro na telinha

Ir ao cinema ou assistir a um filme em casa pode proporcionar, além de um momento lazer, aprendizado e conhecimento, dependendo da história abordada.Por ser um dos fatores que está ligado diretamente na vida de muitas pessoas, o dinheiro já ...

Educação financeira, uma necessidade

 O século XX foi para todos nós o século da evolução técnico-tecnológica. No atual cenário econômico, advindo das transformações ocorridas o mercado financeiro, tornou-se algo economicamente mais expressivo do que um elemento de intermediação entre depósitos e investimentos. Passou a ...

10 maus hábitos financeiros para eliminar em 2017

  Ano-novo, novos hábitos. Para ter mais realizações, menos dívidas e uma vida financeira mais organizada e tranquila em 2017, é importante eliminar alguns hábitos que tendem a levar ao descontrole, endividamento e inadimplência. São eles: Falta de planejamento As pessoas não sabem ...

6 Passos Para Combater a Falta de Disciplina

Um dos maiores problemas que as pessoas enfrentam é a falta de disciplina. Todos têm objetivos a serem alcançados, mas a falta de disciplina impede – muitas vezes – essa conquista. Por conta disso, nos penalizamos ou achamos que não somos ...

Como usar a tecnologia para economizar dinheiro

Automatizar seus pagamentos e investimentos é bom para o seu bolso -- e também para sua vida dias de hoje, quem tem tempo para pensar em suas finanças pessoais? Soterradas por horas e mais horas de trabalho no escritório e horas e ...